Franquia de alimentação saudável: tudo o que você precisa saber!

Você é daqueles que sempre idealizou ter o negócio próprio? Acredita, inclusive, que o dom de empreender corre nas suas veias?

Pode apostar: você não está sozinho nessa. Pelo contrário, muitas pessoas já nascem com essa vontade.

Contudo, muitas delas acham difícil começar uma carreira do zero no mundo dos negócios.

É aí que as franquias surgem como uma opção viável, mas não é um tipo de franquia qualquer. Estamos falando mais precisamente de uma franquia de alimentação saudável.

Afinal, esse é um dos segmentos que mais crescem no Brasil e no mundo.

Quer conhecer mais sobre o assunto e entender por que investir na área é uma ótima ideia? Confira na íntegra o material a seguir!

Mercado de alimentação saudável

O mundo vivencia novas tendências não só no que diz respeito ao comportamento, mas também à alimentação.

Uma prova disso é o surgimento do veganismo, movimento político e social que boicota marcas e produtos que têm origem animal.

Muito mais do que modismo, a prática é associada a um novo estilo de vida, que respeita o direito dos animais assim como preza pela sustentabilidade.

Além disso, mais do que nunca, as pessoas estão percebendo como suas ações impactam não só o meio ambiente, mas a sociedade como um todo.

 

Qualidade de vida e alimentação

Não à toa, elas estão revendo os seus conceitos e adotando novos hábitos, sobretudo no que diz respeito à alimentação saudável.

O motivo? Elas sabem que a qualidade de vida está diretamente ligada aos hábitos alimentares, aliás, até mesmo a taxa de longevidade está associada ao regime alimentar.

É diante desse cenário que o setor de alimentação saudável tem se destacado.

Segundo dados da agência de pesquisa Euromonitor, o setor movimenta nas terras tupiniquins nada menos do que US$ 35 bilhões por ano.

É o 4 maior mercado mundial. Ainda segundo a pesquisa, entre 2009 e 2014, o mercado de alimentação que prioriza à saúde e ao bem-estar cresceu 98%. Os dados otimistas do setor não param por aí.

Para 28% dos brasileiros, consumir alimentos que são ricos nutricionalmente é fundamental e 22% da população prefere adquirir alimentos naturais e sem conservantes.

 

Expectativas do mercado para os próximos anos

Essa nova realidade de alimentos saudáveis é um acontecimento passageiro, certo? Não mesmo. Pelo menos é o que indica os estudos.

De acordo com a Euromonitor Internacional, até o ano 2021, o mercado de alimentação saudável global deve ampliar 4,41% anualmente.

Só para você ter uma noção melhor do panorama e do potencial do setor de bebidas e alimentos saudáveis, em 2016, foram movimentados mais de R$ 93 bilhões em vendas.

Esse número — que diga-se de passagem é impressionante — permitiu que o Brasil, na época, conquistasse a 5ª posição do ranking dos países mais importantes para o segmento.

Ainda não está convencido da força desse mercado? Saiba, então, que nos últimos cincos anos, o crescimento do setor alcançou, em média, a marca de 12,3% ao ano.

Para este ano, a previsão é que o mercado de alimentos e bebidas saudáveis atinja uma expansão de 50%.

Plant based e Clean label 

Vale frisar, aqui, que existem setores que conquistaram mais visibilidade. É o caso dos alimentos plant based, que são produtos com matéria prima de origem vegetal.

Itens no estilo clean label (rótulo limpo) e free from (sem adição de ingredientes específicos, como glúten ou açúcar) também têm se destacado.

O mercado nacional, nesse área, ampliou 58,3% entre 2012 e 2017. Outra característica que mostra que a alimentação saudável veio para ficar é que o critério de saudabilidade dos alimentos ocupasse 4 de 10 posições do ranking “10 Macro Trends” da publicação norte-americana Forbes.

A revista também apresentou o crescimento dos “flexitarianos”. Esse grupo contempla pessoas que reduziram o consumo de produtos de origem animal.

No entanto, não extinguiram-os de vez do cardápio. Como o próprio nome sugere, são pessoas flexíveis.

De acordo com o relatório da Forbes, esse comportamento vai estimular o aumento da alimentação baseada em vegetais.

O surgimento de organizações sem fins lucrativos, como a “Plant Based Foods Association” e a “Good Food Institute” vão fortalecer ainda mais esse mercado.

Se antes era necessário andar quilômetros para encontrar restaurantes especializados em comidas saudáveis, hoje a realidade é outra.

Estabelecimentos com cardápios exclusivamente vegano ou com itens sem glúten, por exemplo, estão cada vez mais presente.

Fica evidente, nesse contexto, que as perspectivas para o futuro são extremamente otimistas, concorda?

Oportunidades para o investidor no mercado de alimentação saudável

O mercado de alimentação saudável vivencia o seu auge, apresentando índices impressionantes.

Com o aumento considerável pela procura de alimentos associados ao bem-estar e à saúde, surgem também as oportunidades.

Confira, então, quais são as principais possibilidades para investir com segurança nesse mercado!

Alimentação sem glúten

O glúten é considerado um verdadeiro vilão. Proteína encontrada na aveia, cevada, malte, trigo e centeio, ele pode gerar diversos problemas.

Dificuldade na digestão, gases, inchaço e desconforto abdominal são alguns dos efeitos de uma alimentação baseada nessa proteína.

Não à toa, alimentos livres de glúten têm conquistado cada vez mais os adeptos de uma alimentação saudável.

O principal desafio, aqui, é encontrar produtos adequados. Afinal, o glúten está presente em grande parte dos alimentos, como massas, pães e bolos.

É nesse sentido que o investimento em uma franquia especializada em alimentos sem glúten é uma alternativa sábia. Assim, você vai conseguir atender uma alta demanda.

Sobretudo das pessoas com doença celíaca, que é causada de devido ao acesso dessa proteína no organismo — agindo nas paredes do intestino, a complicação compromete a absorção dos nutrientes.

Um negócio focado em uma alimentação livre do glúten é a chance de oferecer uma alimentação equilibrada, que vai trazer bem-estar assim como vai ajudar na perda de peso.

Alimentação fitness

Não há como falar em alimentação saudável sem citar o mercado fitness. Até porque para ter mais qualidade de vida é preciso atrelar uma alimentação balanceada à prática de atividades físicas.

Só que isso não significa que a pessoa deve comer só ovo, frango grelhado com batata-doce, salada, shakes, barrinhas de cereais e suplementos alimentares.

Claro que esses ingredientes podem ajudar a otimizar o processo. Entretanto, o resultado só será completo caso o restante do cardápio esteja em harmonia.

Portanto, esse nicho mostra excelentes oportunidades de investimento para atender a esse público, que busca por novidades alimentares que trazem mais força, disposição e sabor aos treinos.

Alimentação orgânica

Os produtos orgânicos também vieram para ficar, uma vez que as pessoas buscam, mais do que nunca, alimentos saudáveis e sem defensivos agrícolas.

Além do mais, o nicho é favorecido devido ao apoio do governo em diversas ações, como linhas de financiamento especiais para agricultores que visam trabalhar com alimentos orgânicos.

Com uma demanda crescente, empreender nesse segmento é o caminho para ter êxito no mercado de alimentação saudável.

Alimentação vegana e vegetariana

Antes de tudo, é preciso entender que há diferenças significativas nesses dois mercado.

Como já dito, o veganismo defende a ideia de eliminar todas as formas de exploração e crueldade com os animais em todas as áreas — desde alimentação até vestuário e cosmético.

Já o vegetarianismo exclui o consumo apenas de carnes.

Apesar das diferenças nos conceitos, ambos configuram-se como oportunidades promissoras.

Quer saber o porquê? No Brasil, de acordo com dados do IBOPE, 14% da população se declarou vegetariana em 2018.

Só que o público consumidor desse nicho é ainda maior, visto que um número expressivo de pessoas que não se consideram vegetarianas, buscam por alimentos saudáveis.

Fato é que a mudança de hábitos está transformando o mercado e ampliando o leque de opções de negócio.

Estabelecimentos veganos e vegetarianos, nesse contexto, são alternativas mais do que viáveis para planejar um investimento.

Afinal, o número de adeptos cresce consideravelmente e ainda existe certa carência de empresas nesse nicho.

Por que investir em uma franquia de alimentação saudável?

Já tem uma noção melhor sobre o panorama atual do mercado de alimentação saudável e quer agora conhecer motivos para investir em franquia na área? Continue a leitura!

Diversidade do público

O segmento de alimentação saudável é destinado a um público bem restrito, não é mesmo?

Ledo engano. Ao contrário do que muitos pensam, esse tipo de produto atende um grupo bem diversificado.

O mercado engloba desde pessoas que têm doenças ligadas à alimentação, como intolerância à lactose até aquelas que visam melhorar a saúde de forma geral.

Há também aquele público que é apaixonado pelo sabor natural dos alimentos.

Eles não abrem mão, por exemplo, de um suco 100 % integral.

Isso significa que tanto pessoas com restrições alimentares quanto o público fitness e ainda aqueles que querem uma vida melhor são potenciais compradores.

Em outras palavras, você terá um negócio com um público bem variado e extenso.

Variedade do investimento

Não é só o público que é diversificado. A variedade também está presente no investimento, sobretudo em relação ao valor necessário para iniciar as operações.

Como você já deve ter pesquisado, para abrir uma franquia é preciso pagar certas taxas, como taxa de franquia, taxa de publicidade e royalties.

Aliadas a elas, também há o valor referente ao capital de giro e estoque inicial.

Contudo, esses preços variam (e muito) de uma franquia para outro e, nesse sentido, o investidor tem o poder de escolher a proposta mais viável e que está de acordo com a sua realidade financeira.

Além do mais, a diversidade também é vista na questão da modalidade do negócio.

Não entendeu? É simples! Você pode escolher uma franquia baseada no sistema delivery, e-commerce ou loja física.

São várias as possibilidades e, com certeza, uma atenderá o seu gosto e, principalmente, seu bolso.

Incentivo à boa forma

A este ponto já ficou claro que os brasileiros estão em busca de melhorar a saúde e boa forma.

Essa premissa, inclusive, é confirmada pela Mintel que revelou que 89% da população com mais de 55 anos preferem investir mais para ter acesso a alimentos de qualidade e saudáveis.

Ainda tem mais: 30% dos clientes gostariam de ter mais opções de produtos saudáveis nas prateleiras.

Abrir uma franquia especializada, então, é a chance perfeita de você conquistar uma fatia desse mercado singular.

Rendimento expressivo

Sejamos francos: um dos principais motivos para apostar nessa categoria é também os resultados obtidos, ou seja, as cifras.

A população brasileira gasta, nada menos, do que 25% da renda com alimentação fora do lar.

Por isso, o setor de alimentação, sobretudo o especializado em comidas saudáveis, está nos holofotes.

É importante ressaltar, aqui, a necessidade de oferecer um atendimento de excelência e preços justos, sem deixar de lado a qualidade dos produtos e serviços.

Esse tripé vai permitir que o seu negócio tenha mais visibilidade e alce voos mais altos.

Em outras palavras, vai garantir um alto rendimento assim como vai oferecer uma experiência exclusiva para o público.

Resiste à crise

A instabilidade político e econômica no país gera insegurança para empreendedores.

Eles pensam que é melhor esperar um momento mais apropriado. Isto é: até que o Brasil atinja mais equilíbrio.

Afinal, não há nada, ou melhor, não há setor que se firme diante das adversidades, concorda?

Para o bem e felicidade dos investidores, essa premissa está equivocada Independentemente do momento político e econômico, a alimentação sempre será um item de necessidade básica — assim como os remédios.

Por mais que o Brasil apresente resultados insatisfatórios em alguns segmentos, a alimentação permanece em crescimento.

O setor alimentício, nesse aspecto, é um dos que têm menos chances de cair devido à crise e fatores externos, o que já é um motivo e tanto para investir na área.

Principais franquias no mercado de alimentação saudável

Agora, sim, você está convencido que vale a pena investir em uma franquia de alimentos saudáveis, não é mesmo?

Veja, então, quais são as melhores franquias do mercado.

Mundo Verde

Um dos nomes de mais relevância quando o assunto é franquias de alimentação saudável, a Mundo Verde é pioneira na área.

A franquia tem mais de 30 anos de mercado e é uma das maiores da América Latina no segmento — são quase 400 lojas espalhadas por todo o território brasileiro.

Em seu mix de produtos há alimentos diet, light, integrais, funcionais, sem glúten, orgânicos e sem lactose.

Complementos alimentares e suplementos para atletas também fazem parte da lista.

O investimento para a compra de uma franquia é a partir de 250 mil reais. O retorno do investimento é entre 24 e 36 meses.

DNA Natural

A franquia teve origem ainda em 2007, no estado de Santa Catarina, mais precisamente em Florianópolis.

A DNA Natural é conhecida por ser uma das primeiras a trazer o conceito de franquia de alimentos naturais.

O intuito é propiciar refeições saudáveis e saborosas, e o cardápio é constituído por sucos totalmente naturais, wraps, smoothies e grelhados.

Ah, não pode faltar também as deliciosas saladas.

Para adquirir uma franquia da marca é necessário investir a partir de R$ 159.900,00. O retorno também varia de 2 a 3 anos.

Boali

Você já deve ter ouvido falar da Boali. Não? E da rede Salad Creations?

Saiba, então, que se trata da mesma empresa, e a justificativa é que a rede Salad Creations está evoluindo para a bandeira Boali.

A franquia funciona como um modelo de fast casual, só que com alimentos saudáveis.

Apostando em uma gastronomia requintada e um ambiente diferenciado e acolhedor, a marca já tem mais de 30 unidades.

O custo de aquisição da operação se dá a partir de R$ 145 mil, já o retorno acontece em até 4 anos. O propósito da marca é “transformar hábitos e fazer o bem por meio da comida”.

Como escolher a franquia de alimentação saudável ideal

O primeiro passo, aqui, é fazer uma análise pessoal: o que você gosta de fazer? Com o que quer trabalhar especificamente? Faça uma avaliação consciente de qual é o melhor caminho a ser seguido.

Outro ponto fundamental é ter pleno conhecimento sobre a sua disponibilidade de investimento: até quanto você está disposto a pagar?

Qual o período máximo que você vai esperar para ter o devido retorno?

Faça, nesse sentido, uma análise minuciosa sobre os riscos assim como o prazo de retorno do investimento.

Lembre-se de que para começar a operação não basta apenas saber sobre o capital inicial necessário. É preciso também perguntar sobre as opções de rentabilidade.

O intuito é descobrir qual a real lucratividade do negócio. Por isso, solicite dados que possibilitem o cálculo exato do rendimento da operação.

Pesquise, pesquise e pesquise.

Além do mais, pesquise bastante sobre o franqueador e sua credibilidade no mercado. Até porque no sistema de franchising, o franqueado paga, mesmo que indiretamente, pelo know how.

Ele busca reproduzir um modelo que já foi testado e aprovado pelo público. Isto é: pelo direito de usar uma marca já consolidada e reconhecida.

Abrir mãos desse reconhecimento envolve perigos que precisam ser cuidadosamente avaliados.

Por isso, os franqueados optam, de forma geral, pela escolha de franquias em vez de um negócio próprio.

Não se esqueça também de certificar-se de que a marca pretendida oferece o devido treinamento para a equipe e o suporte operacional.

Outro ponto importante é analisar se o franqueador aposta na inovação tecnológica. Dê preferência para marcas que ousam e saiam da zona de conforto, pois, dessa forma, você terá uma franquia com um diferencial competitivo.

Ainda sobre o franqueador, analise, com atenção, o contrato de franquia. Não abra mão do que está previsto pela legislação, como a Circular de Oferta de Franquia.

Conhecida como COF, esse documento é utilizado pelo franqueador para fornecer os dados comerciais, financeiros e jurídicos da empresa para aqueles que pretendem comprar uma franquia.

Assim como a Circular, solicite os balanços dos dois últimos exercícios.

Essas informações são valiosas e vão ajudar você a escolher a opção de franquia de alimentos saudáveis que atenda suas expectativas.

Benefícios de investir em uma franquia de alimentação saudável

Veja, por fim, os principais benefícios de investir em uma franquia de alimentação saudável!

Negócio de baixa complexidade

Quando comparado a outros segmentos, o mercado de alimentação é menos complexo no momento de abrir uma franquia.

Por mais que seja necessário licenças de saúde e de higiene, a área é menos burocrática na hora de solucionar aspectos básicos de qualquer empreendimento.

Essa característica permite que você poupe tempo e dinheiro. Assim, você terá mais recursos para investir na infraestrutura do negócio.

Por isso, o setor alimentício é uma boa alternativa, sobretudo para aqueles que vão ingressar no universo do franchising pela primeira vez.

Investimento seguro

Os dados apresentados no decorrer do texto não são em vão. Eles deixam claro que o setor de alimentação saudável é lucrativo e tem grande potencial.

O mercado, inclusive, é considerado um dos mais seguros e, por isso, é uma tendência interessante.

Claro que isso não significa que tudo será fácil e somente flores. Assim como qualquer outro negócio, você terá que superar desafios. O importante é tornar os obstáculos em fonte de aprendizado.

No mais, saiba que o setor de alimentação saudável já está bem consolidado mundialmente, fator que aumenta suas chances de sucesso.

Amplo mercado

Com o setor alimentício em alta, o segmento tornou-se ainda mais amplo para investir.

Desde empresas especializadas somente em sucos naturais até refeições completas, passando ainda por lanches, como wraps e sanduíches veganos e casas focadas em sobremesas.

Use a criatividade a seu favor e aposte em algo diferenciado, que seja realmente atrativo — tanto para você como para o público.

Localização

Nesse sentido, tenha atenção redobrada em relação ao ponto. Escolha um espaço bem localizado, onde a concorrência não seja tão forte.

Fato é que abrir uma franquia de alimentação vai auxiliá-lo a conquistar a tão desejada estabilidade financeira. Além do mais, vai contribuir com a sua satisfação profissional e pessoal.

Chegou à conclusão que, de fato, vai abrir uma franquia e quer algumas opções?

Conheça, então, a Franquia Z. Somos uma consultora no mercado de franchising e oferecemos todo o suporte para que você se torne um franqueado de sucesso.

Nós vamos orientá-lo de forma que você faça os melhores negócios e não comenta possíveis erros no processo.

Quer conhecer mais sobre a nossa proposta e opções de franquia de alimentação saudável? Entre em contato com a gente!

Receba nossos conteúdos

Cadastre-se e receba regularmente nossa newsletter com conteúdos relevantes sobre gestão e negócios.

Comentários

0 0 vote
Avaliação
Inscrever
Notificar
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimos conteúdos