Menu
Como abrir uma Franquia de Padaria Portuguesa

Como abrir uma Franquia de Padaria Portuguesa

Abrir uma franquia de padaria portuguesa não é uma tarefa fácil. Dá muito trabalho e requer tempo e dinheiro, mas o investimento vale muito a pena.

Encontrar um segmento com o qual nos identificamos significa um trabalho que, além de ser muito proveitoso financeiramente, satisfaz plenamente o nosso lado pessoal.

Já imaginou trabalhar cercado de doces e comidas deliciosas? Neste artigo, vamos falar sobre as características de uma franquia de padaria portuguesa, suas vantagens e requisitos. Então, aproveite o conteúdo e veja como entrar nesse nicho de mercado!

 

Por que optar por uma franquia e não uma marca própria?

 

As franquias são uma forma de investimento e uma maneira de abrir o seu próprio negócio, mas sem os riscos de começar da estaca zero. Porém, esse apoio não é nem garantia de sucesso e nem significa que o franqueado pode relaxar e deixar que a marca trabalhe sozinha. Há muito o que ser feito.

Listamos abaixo algumas das principais vantagens que o modelo de franquia proporciona quando comparado a começar sua padaria do zero.

Marca consolidada no mercado

O apoio de uma marca famosa, reconhecida, com produtos de qualidade e com um público já fiel, é uma forma de começar com uma certa vantagem. Isso aumenta as chances de sucesso e minimiza diversos problemas comuns nas empresas que estão começando.

No caso das padarias portuguesas, esse apoio significa manter um padrão de qualidade dos produtos já consagrados e contar com o nome de uma marca conhecida e aprovada pelo público. Isso leva a ter muito menos trabalho com definições operacionais e de negócio.

Modelo de negócios estruturado e testado

Um dos principais benefícios de uma franquia é o suporte em relação às questões operacionais e estratégicas do negócio. A parte mais pesada do início de uma empresa já vem pronta, que é a definição do mix de produtos, o desenho dos processos de fabricação, escolha de layout da marca e divulgação no mercado.

Ao franqueado, cabe a tarefa de se fazer presente no dia a dia, para administrar e implementar o modelo já estabelecido na sua unidade. É importante ressaltar que esse acompanhamento mais próximo é essencial para que o empreendimento seja um sucesso.

Custo reduzido

Como consequência de todos esses requisitos cumpridos, o empreendedor tem custos reduzidos, principalmente no que se refere aos investimentos iniciais. O processo de testes de negócio envolve muitas tentativas, que demandam gastos em alternativas que não serão utilizadas no formato final.

Assim, todo o dinheiro aplicado para a abertura da unidade tem um direcionamento preciso, em algo que já foi testado e aprovado no mercado. Elimina-se a necessidade de realizar testes e ter um capital específico para melhorias, ao mesmo tempo em que os resultados financeiros têm margens de lucros maiores.

Retorno sobre o investimento mais rápido

O primeiro ponto que acelera o retorno sobre o investimento é o fato de que uma franquia precisa de custos iniciais menores. O segundo é que o modelo de franquia também economiza tempo ao empreendedor. Isso acontece porque a operação da loja tem início em pouco tempo e, depois de aberta, não existem mais testes a serem feitos.

Dessa forma, assim que a unidade abre suas portas ao público, todo o lucro gerado pode ser direcionado para cobrir o investimento feito. Não há a necessidade de investir em melhorias ou adaptações.

 

Como funciona uma franquia de padaria portuguesa?

 

Depois de entender as vantagens do modelo de franquia frente a marca própria, vamos falar um pouco mais sobre as especificidades desse tipo de negócio. Veja como funciona uma franquia de padaria portuguesa.

Tipo de clientela

Padarias e docerias têm um aspecto bem regional e é mais raro terem um público fora das redondezas imediatas onde se localizam. Serviços de entregas pode ser algo a se observar, pois isso está bem na moda, especialmente no setor de alimentação, mas padarias dificilmente oferecem esse serviço.

Para esse tipo de negócio, o interesse do público no local é muito mais forte, pois é dele que seu negócio vai viver. Uma inovação que uma franquia de padarias portuguesas pode aproveitar em relação à localização é uma variação no público-alvo, como veremos melhor no tópico seguinte.

Escolha do local

Uma grande vantagem de uma franquia de padaria portuguesa é a sua versatilidade. Lojas podem ser abertas em shoppings, na rua ou, ainda, na forma de quiosques. São várias opções para pessoas que pretendem investir mais ou menos em uma determinada região.

Lanchonetes populares oferecem lanches mais baratos, e outras padarias tradicionais oferecem praticamente o mesmo tipo de produtos, sem o charme e as especificações da cozinha portuguesa.

Por isso, para garantir ainda mais o sucesso da franquia, o ideal é escolher um local em que o mercado não está muito saturado. Um local de grande movimentação em um bairro nobre pode ser uma boa opção. Mas se já houver um número grande de padarias especiais nos arredores, o investimento pode não valer a pena.

É preciso fazer uma análise com bastante cuidado. Avalie centros comerciais além de locais residenciais. Os bairros com núcleos corporativos são uma ótima opção, pois os descansos no trabalho e pausas para sair e fazer um lanche são bem comuns e até encorajados em algumas empresas.

A padaria é um lugar perfeito para tomar um café e fazer um lanche rápido antes de voltar ao trabalho. Isso ajuda os funcionários a relaxarem e recuperarem as energias além de aumentar a produtividade.

Rotina de uma franquia de padaria portuguesa

Os produtos de uma padaria portuguesa têm um grande volume de saída e são altamente perecíveis. Sendo assim, o maior desafio é encontrar um ponto de equilíbrio entre a quantidade mínima necessária para atender à demanda diária e o máximo de estoque de alimentos para evitar desperdícios.

Nos primeiros meses, o franqueado deve observar o comportamento do público. Isso é fundamental para definir quais são os produtos que têm mais saída e podem ter uma produção mais volumosa e quais vão requerer mais cautela. De qualquer forma, o pastel de Belém é um item básico do segmento, por isso é um bom termômetro para o negócio.

Fora isso, preocupações com o fluxo de caixa, o controle financeiro e a limpeza da loja fecham o ciclo de atividades rotineiras.

Gestão de pessoas

O cuidado com a mão de obra nas padarias também é importante. O horário muitas vezes pode ser alternativo, especialmente se forem oferecidas refeições no local, como almoço e janta. Por isso, o número de funcionários é naturalmente maior e o perfil é um pouco diferenciado.

Normalmente, setores de alimentos e serviços têm uma alta rotatividade de colaboradores, então é comum terem que realizar processos seletivos com mais frequência. É importante adotar algumas medidas para diminuir esse problema — como descansos ao longo da jornada e treinamentos frequentes —, mas isso depende do estilo de gestão de cada um.

Ações de marketing

Mesmo após a clientela estar estabelecida, o marketing local nunca para. Amostras grátis, promoções e outras táticas devem ser usadas para atrair o público, pois uma vez dentro da loja, o produto se vende praticamente sozinho.

As ações devem ser constantes para atrair público, e as parcerias são fundamentais para garantir o crescimento do negócio. Por exemplo: ter um quiosque ou oferecer produtos para certas festas ou reuniões do bairro são formas de aproximar e engajar ainda mais o público local.

Outra tática interessante é atrair o público das empresas do entorno, nos casos dos bairros comerciais, por meio de convênios. Essa é uma boa forma de adquirir e fidelizar clientes.

 

Quais os benefícios de investir nesse nicho de mercado?

 

Ter uma franquia de padaria portuguesa pode ser trabalhoso, mas tem benefícios muito atrativos, principalmente do ponto de vista do investimento. Confira os principais a seguir.

Volume de vendas alto

O setor alimentício tem a vantagem de oferecer produtos que as pessoas precisam diariamente, o que não acontece com o vestuário e calçados, por exemplo. Os mesmos clientes podem adquirir diferentes itens todos os dias, tornando o volume de vendas bastante alto.

Isso tem um impacto positivo sobre a rentabilidade do negócio, visto que é mais fácil identificar quais são as preferências da clientela para direcionar a produção e as promoções.

Produtos com clientes fiéis

O setor de alimentação é bem concorrido, contudo a franquia de padaria portuguesa tem um nicho mais específico por ser composto de produtos mais refinados e com menos concorrência.

O público desse tipo de estabelecimento é atraído pela qualidade das receitas e isso faz com que ele seja mais fiel. Afinal, não é qualquer tipo de padaria que tem doces e delícias portuguesas disponíveis todos os dias em seu cardápio, não é mesmo?

Produtos mais caros

As receitas de origem portuguesa têm custos mais altos de produção, pois requerem o uso de ingredientes selecionados, alguns importados e todo um cuidado na preparação e finalização. Os clientes têm consciência disso e estão dispostos a pagar por todos esses diferenciais.

Além disso, esse tipo de padaria se estabelece melhor em regiões com poder aquisitivo maior. Logo, são pessoas que estão acostumadas a pagar um pouco a mais por algo que tenha qualidade e requinte especiais.

 

Para quem esse nicho de mercado é recomendado?

 

Assim como qualquer tipo de negócio, é importante conhecer qual é o perfil ideal para uma pessoa que deseja abrir uma franquia de padaria portuguesa. Para tal, separamos 3 características primordiais. Acompanhe.

Pessoas com disponibilidade de tempo integral

O modelo de franquia facilita bastante a gestão de um negócio, mas não faz todo o trabalho sozinho. No caso de uma padaria portuguesa, é essencial que o empreendedor tenha disponibilidade para se dedicar integralmente à loja.

São diversas decisões gerenciais ao longo do dia a serem tomadas, além da gestão das pessoas, do caixa e do estoque. Também é recomendado que o dono da unidade acompanhe a rotina do local, interaja com alguns clientes e aproveite para perceber detalhes que podem passar despercebidos em relatórios operacionais.

Pessoas com preparo financeiro

O investimento é um requisito básico para estabelecer qualquer franquia. Especialmente no início, é necessário ter o capital disponível para cobrir os meses de possíveis quedas no rendimento, que podem ocorrer mesmo com uma marca forte.

Vale ressaltar que, por ser um tipo de empreendimento com alto giro de vendas, a renovação do estoque é constante. Então, além das despesas com salários, aluguel e contas básicas, é preciso garantir o pagamento dos fornecedores em dia, independentemente de como foram os resultados do mês.

Pessoas com afinidade com o setor alimentício

Por fim, não basta ter o valor necessário para investir e disponibilidade de tempo para administrar se não for algo que agrade a pessoa. A afinidade com o ramo de alimentação é crucial para o sucesso da unidade de franquia.

Um empreendedor que está atuando no setor que mais gosta tem mais entusiasmo para superar qualquer adversidade que surgir e suportar momentos temporários de baixa. Inclusive, a afinidade ajuda a estimular a criatividade na hora de criar ações de atração de clientes ou criar receitas especiais.

 

Existe franquia de padaria portuguesa no Brasil?

 

Sim! No Brasil já tem uma franquia de padaria especializada em delícias portuguesas e ela se chama B.lem Bakery. Com um mix bastante variado, a marca oferece opções para o café da manhã, lanches e refeições.

Um ponto forte da empresa é a criação recorrente de receitas com base na culinária portuguesa para que os clientes tenham sempre novidades para experimentar. Outra questão que merece destaque é que ela também trabalha com opções congeladas e atendimento a eventos em empresas.

Confira os números da franquia:

  • investimento total: entre R$ 200 mil e R$ 300 mil;
  • rentabilidade média: 10% a 20%
  • taxa de franquia: R$ 50 mil;
  • royalties: 4%;
  • faturamento médio mensal: de R$ 60 mil a R$ 250 mil;
  • prazo de retorno previsto: 24 a 36 meses.

Trabalhar com uma padaria portuguesa, além de ser bastante rentável, pode ser uma delícia. O ambiente é muito agradável, e a clientela é exigente, porém muito tranquila. Seguindo as receitas originais à risca e oferecendo variedades constantes, as chances de ter um negócio de sucesso são muito grandes. Só é preciso tomar cuidado para não comer todo o estoque!

Depois de ler todas essas informações a sua vontade de montar uma padaria dessas deve estar ainda mais forte, não é mesmo? Então, aproveite essa empolgação e vá em busca da realização do seu sonho.

Compartilhe o artigo

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter