Menu
Quando franquia é um bom negócio para você?

Quando franquia é um bom negócio para você?

Você certamente já ouviu falar em algum momento que abrir uma franquia é um bom negócio.

A expansão pela qual passa o mercado também é um fator que sempre chama a atenção de potenciais investidores.

Hoje são mais de 3 mil redes atuando em território nacional, oferecendo um leque de opções generoso.

Do ponto de vista da segurança, outro incentivo é a taxa de mortalidade, muito inferior àquela dos negócios próprios.

De acordo com o SEBRAE 15% das unidades franqueadas tendem a fechar antes dos 5 anos de operação.

O percentual sobe para assustadores 80% fora deste sistema.

Isto não significa, é claro, que o empreendedor estará livre de riscos.

Também não se deve considerar que basta escolher as marcas com lucratividade mais expressiva no mercado para ter sucesso instantâneo.

Você não sabe quando a franquia é um bom negócio para você?

Nós contamos a seguir.

 

Quando há identificação

 

Antes de qualquer coisa se faça esta pergunta: você se identifica com o negócio?

Este fator é muito mais importante do que indicadores de lucro ou popularidade da marca escolhida.

Lembre-se de que o trabalho será constante e não gostar do setor de atuação resultará em uma experiência desagradável.

Considere também que a resposta à pergunta acima não deve ser baseada na sua experiência enquanto consumidor.

Você deve se ver à frente do empreendimento pelos anos vindouros.

Se a dedicação necessária parece excessiva, tome como um sinal de alerta.

Se, por outro lado, você está disposto a se envolver e tem identificação com a área escolhida, é bom sinal.

Visite as lojas da rede e pesquise sobre a marca para ter segurança com relação a este assunto.

Nunca se esqueça de que a franquia é um bom negócio quando gera identificação.

 

O capital necessário está de acordo com as suas possibilidades

 

Uma regra básica de finanças é que você não pode investir todas as suas economias de uma única vez.

No contexto das franquias haveria uma falta de capital de giro para levar as operações iniciais adiante.

Logo, a busca deve ser por uma franquia cujo investimento de capital seja menor do que o montante disponível.

A recomendação dos especialistas é não comprometer mais do que 70% do seu orçamento para entrar em uma rede.

Este cuidado é importante para lidar com os momentos iniciais do novo empreendimento.

Como em todo negócio incipiente esta é uma fase onde os lucros não são suficientes para gerar sustentabilidade.

Por conta disso, parte do seu orçamento deve estar disponível para tratar dos custos fixos e imprevistos.

 

O retorno está de acordo com o desejado

 

Se os dois tópicos anteriores forem observados temos os primeiros indícios de que a franquia é um bom negócio para você.

Só então podemos começar a falar dos lucros, que não são menos importantes.

Em se tratando de um investimento, é claro que eles devem ser levados em consideração.

Cada empresário possuirá sua própria medida e padrão de vida ideal para manter.

Por isso deve-se considerar o lucro que será obtido quando a unidade alcançar o ponto de equilíbrio financeiro.

É preciso ser realista com relação ao retorno, pois não pode faltar capital de giro.

Neste quesito é ideal que você consiga manter o seu padrão de vida e as contas do negócio.

Também é relevante considerar o tempo previsto para o retorno do investimento.

Se houver necessidade premente para este recebimento, talvez não seja ideal para o seu caso tornar-se um franqueado.

 

O negócio oferece sustentabilidade e bom suporte

 

Além dos fatores mencionados, é fundamental que a rede se mostre sustentável.

Uma das formas de avaliar esta questão é através do ritmo de expansão. Se este for muito agressivo pode indicar baixa seletividade por parte da empresa franqueadora.

Além de significar que os membros da rede não são escolhidos por afinidade e competência, isto pode ser indício de um suporte insuficiente.

Para o sucesso de uma unidade é indispensável a presença da marca.

Seja para negociar pontos ou oferecer treinamento inicial.

Consultores também são importantes para ajudar os franqueados na eventualidade de qualquer problema surgir.

Estes fatores resultam em maior sustentabilidade para o empreendimento, dando segurança para os gestores que fazem parte da rede.

 

Quando franquia é um bom negócio?

 

Os tópicos listados neste artigo ajudam a definir quando uma franquia é um bom negócio para você.

Avalie cada item cuidadosamente e descubra a melhor opção para o seu caso particular.

Atendendo a todos estes pontos você garantirá que a parceria com a franqueadora dure por muitos anos de satisfação.

Compartilhe o artigo

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter