Quais as funções de um gerente de Expansão?

Quais as funções de um gerente de Expansão?

Cuidar da expansão da rede é tarefa designada para o gerente ou consultor de expansão. E quem é este profissional, quais suas competências, habilidades e como deve fazer esta gestão? No texto abaixo resumimos quais as funções de um gerente de expansão, para ajudar você franqueador ou o próprio profissional que deseja assumir esta função.

Gerenciar uma rede de franquias é algo que, além da paixão que se tenha pela marca, deve ser feito com olhar macro e, ao mesmo tempo individualizado.

A expansão da marca envolve não somente o olhar para os territórios-alvo como também critério e suporte aos franqueados escolhidos.

E como pode ser realizada?

Antes de falarmos sobre o como, vamos entender quem é e o que faz o gerente de expansão.

O que faz um gerente (ou consultor) de Expansão?

Este profissional, preferencialmente, deve ser alguém de:

  • Fácil comunicação;
  • Facilitador;
  • Mediador de conflitos;
  • Comercial;
  • Entusiasmado com a marca e seu crescimento.

Entender para onde o crescimento da rede deve ir é fundamental.

Estudos são feitos em conjunto com o gerente de expansão visando o melhor custo benefício para entrega e suporte de produtos e ou serviços.

O olhar dele para entender o mais adequado – tanto para  a marca como para o franqueado – é o equilíbrio necessário para o crescimento saudável desta expansão.

Montar e gerenciar a equipe para entrevistas a candidatos à franquia (ou analisar a contratação de empresa que o faça – como a Franquiaz Expansão de Redes).

Coordenar e também executar ele mesmo, tanto a implantação de novas unidades como as visitas de campo às franquias, entendendo cada loja dentro do contexto inserido.

Características da gestão, particularidades da cidade/bairro, adequação das melhores práticas de marketing local, bem como constante treinamento do franqueado e equipe.

E agora como isto tudo deve ser feito?

Um bom software que acompanhe as vendas, o desempenho financeiro de cada franqueado é essencial.

Estar atento a estes números dará ao gestor de expansão a visão de quando e como deve agir, organizando e priorizando o calendário de visitas periódicas às unidades..

Manter um olhar para os concorrentes e acompanhar onde estão instalando-se para que o estudo de territórios, para abertura de novas unidades, possa sempre ser ajustado com velocidade. 

Juntamente com isto tudo, o gerente de expansão não deve esquecer que o acompanhamento da implantação e o treinamento (seja modelo de negócio virtual, home based ou físico) é o primeiro contato que o franqueado tem com o suporte da rede e faz toda a diferença na construção de confiança desta relação que está nascendo.

Conclusão

Olhando para tantos itens levantados, percebe-se o quão fundamental é uma marca ter seu gerente de expansão.

É uma função que não pode ser absorvida pelo franqueador.

O que pode-se pensar é, no início da expansão, dividir algumas tarefas entre este profissional e o(s) dono(s) da marca.

Redes com um gerente de Expansão dedicado estreitam o relacionamento, tão importante e tão polêmico, entre franqueados e franqueadores.

A FranquiaZ há 7 anos ajuda marcas a ampliar suas redes com responsabilidade e sustentabilidade. Conheça a metodologia MFZ de Expansão de Redes.

Receba nossos conteúdos

Cadastre-se e receba regularmente nossa newsletter com conteúdos relevantes sobre gestão e negócios.

Comentários

5 1 vote
Avaliação
Inscrever
Notificar
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimos conteúdos

Seleção de franqueados: e agora?

Você identifica que seu negócio é escalável? Tem atratividade? De fácil operação e possui lucratividade? Por que não franquear? Mas.. para quem vender?