repasse-de-franquias

O que é Repasse de Franquias

Entenda o que é um um repasse de franquias.

Quando se trata de abrir uma franquia, o processo mais comum é começar do zero.

Buscando informações, abrindo um novo negócio, instalando o comércio em uma nova região, enfim, tudo se torna uma nova experiência.

Porém, existem outros métodos já consolidados, que exigem apenas um repasse e adaptação.

O repasse de franquias ocorre quando um franqueado – comerciante que já possui uma franquia instalada – deseja repassar o seu negócio para alguém que está entrando agora no negócio.

Este processo faz com que algumas etapas, conhecidas pelos iniciantes em franquias, sejam puladas.

Por exemplo, ao começar com uma franquia de repasse, o comerciante não vai precisar estabelecer o seu comércio na região, pois o comércio já tem o seu reconhecimento, a partir do franqueador antigo.

 

Todo o processo de aquisição da franquia é o mesmo

 

Ao iniciar com uma franquia de repasse, o franqueado terá que passar pelos mesmos processos que uma nova unidade.

Incluindo treinamentos e pagamentos de taxas.

Apesar do comércio consolidado, deve-se manter o padrão estabelecido pela rede, além de cumprir com os impostos e royalties.

Este negócio vem ganhando destaque pela praticidade, pois a etapa de construir um ponto comercial é praticamente resolvida.

Até mesmo a preocupação com funcionários diminui, pois a franquia de repasse pode estar pronta, esperando apenas a sua estratégia e desenvolvimento de negócio!

 

Por que acontece o repasse de franquias?

 

O motivo pelo qual um comerciante resolve repassar o seu negócio de franquia pode ser dos mais variados, pode ser um assunto financeiro, como pode ser uma questão pessoal.

Por isso, nem sempre o repasse de uma franquia pode significar que a mesma “não dá lucro” ou que “está falindo”.

Nestes casos, não é certo generalizar.

Inclusive, para o franqueador repassar a sua unidade, é necessário que todas as documentações estejam atualizadas e não deve constar, em hipótese alguma, pendência financeira.

Caso contrário, o processo de repasse pode ser impedido.

 

Como é feito o repasse de franquias?

 

Para que todo o processo de repasse seja realizado de forma legal, a franqueadora deve estar ciente de toda a tramitação.

De início, o franqueado deve analisar o contrato e reconhecer a possibilidade de realizar um repasse.

Feito isso, a franqueadora deve ser notificada sobre o processo de venda.

Ao surgir um novo candidato para franquia, também é necessária a atuação da franqueadora, com o objetivo de analisar a proposta e verificar se todas as necessidades da franquia serão supridas com este novo interessado.

Em alguns casos, a própria franqueadora pode assumir a responsabilidade da unidade.

Mas se o novo franqueado foi aprovado para a franquia de repasse, este deve ser submetido aos mesmos trâmites de contrato, como se estivesse começando com uma unidade própria.

O processo deve seguir as especificidades da Lei de Franquia.

Uma das partes do processo é que a franqueador deve receber a Circular de Oferta de Franquia (COF), ser submetido ao período de análise, para depois seguir com a assinatura de contrato.

 

As vantagens de investir em uma franquia de repasse

 

Como já mencionamos, a franquia de repasse torna-se uma vantagem por não oferecer preocupações com obras e consolidação no comércio.

Depois de oficializar o contrato, você terá uma loja pronta, com todos o espaço e características necessárias, sem precisar de grandes reformas ou reestruturação do local.

Outro ponto a ser considerado é que uma franquia de repasse pode reduzir os seus gastos iniciais.

Ao começar do zero, o franqueador que deseja construir o próprio ponto de comércio pode arcar com obras especializadas, com o intuito de atender as exigências da franquia.

Além do gasto, o tempo também será maior para o processo de construção, impedindo que o comércio possa atuar de forma mais rápida.

 

Consumidores

 

O público também se torna uma vantagem quando falamos de franquia de repasse.

Como o ponto comercial já estava estabelecido anteriormente, os consumidores podem ter acostumado com a presença do ponto comercial, ou seja, você pode ganhar uma clientela estabelecida.

Mas, vamos com calma, antes de se deixar levar pelas vantagens, saiba que é muito importante avaliar o ponto de comércio com um todo.

 

checklist-ponto-comercial-banner

 

Converse com o dono anterior e busque entender o motivo do repasse.

Em alguns casos, a região onde se encontra o ponto de comércio, pode não ser um bom local de instalação ou não apresenta as exigências necessárias pela franquia.

Dito isso, não meta os pés pelas mãos!

Analise, verifique e entenda todo o processo, para não se arrepender depois.

 

Dicas para sair ganhando no repasse de franquia

 

Para construir um bom negócio, alinhado as suas vontades e objetivos, junto com o que se é esperado pela franqueadora, é imprescindível o hábito de pesquisa.

Este processo deve fazer parte desde a escolha do tipo de comércio que deseja trabalhar até a organização dos produtos em oferta.

Por isso, não deixe de ler, consultar e verificar materiais que possam te ajudar no processo.

 

Conversar com alguém do ramo também nunca é demais

 

Conhecer o seu público também é uma dica valiosa.

Saiba com que tipo de consumidor a franquia se relaciona e se este é, de fato, o tipo de público que você deseja trabalhar.

O setor financeiro também deve ser levado em conta.

Por isso, saiba quanto será exigido de investimento e tenha uma estratégia para controlar os gastos e conseguir quitar todas exigências necessárias.

 

Dúvidas Sobre Franquias? Pergunte a Malu

Compartilhe o artigo

CANSADO DE CONTEÚDOS SUPERFICIAIS?

Receba conteúdos e materiais REALMENTE ÚTEIS sobre franquias

Fique tranquilo, não faremos SPAM e nem venderemos seu email.