Menu
Fatores a considerar antes de abrir sua franquia

9 fatores a considerar antes de abrir sua franquia

Abrir uma franquia é uma ótima ideia para você que deseja ter um negócio próprio e deseja investir seu dinheiro em um modelo de sucesso e com alta possibilidade de retorno em pouco tempo.

No entanto, assim como qualquer negócio, também exige muito planejamento e pés no chão. Afinal, estamos falando de uma empresa e todos os esforços e conhecimento de que precisa para dar certo.

Para ajudá-lo a refletir sobre as suas expectativas sobre esse tipo de negócio, e tentar identificar possíveis problemas que possam surgir nesse caminho, vamos apresentar a você 9 fatores a considerar antes de abrir sua franquia.

Esses fatores são vistos como fundamentais para que você realmente tenha um conhecimento real sobre esse modelo de negócios e saiba os desafios que deve encarar.

Também funcionam como dicas de como administrar uma franquia e o que deve fazer (ou evitar) em determinadas situações importantes. Tudo isso é para que você tenha sucesso com sua nova empreitada.

 

Um modelo feito para o sucesso

 

Antes de mostrar os fatores a considerar para abrir sua franquia, você já pensou por que a opção por uma empresa desse tipo pode ser o caminho para se tornar um empreendedor?

Talvez o grande segredo esteja no modelo de gestão.

Cada franquia possui uma maneira de administrar seu negócio e, como forma de expansão, decidiu oferecer esse padrão para pessoas interessadas em crescer.

Tanto que, quando você abre sua franquia, as empresas franqueadoras disponibilizam praticamente tudo o que você precisa para montar seu negócio, como insumo e matéria-prima, sistema de gestão e operação, cursos, treinamentos e material para divulgação.

Você também tem suas obrigações em relação à franquia: seguir o modelo de gestão proposto pela empresa, pagamento de mensalidades e taxas relativas ao uso da marca, além de outras regras previstas na contratação.

 

Fatores a considerar antes de abrir sua franquia

 

A grande vantagem de abrir uma franquia é que você recebe um modelo de negócios já consolidado no mercado e que tem grande chance de sucesso. Por isso, veja os 9 fatores a considerar antes de abrir sua franquia para não ter erro.

 

Verifique se o modelo de negócio foi validado

 

Quando se fala em validação, estamos nos referindo à existência e consolidação de um posicionamento estratégico e o registro de marca e logotipo da empresa franqueadora.

Pode parecer um absurdo ter uma franquia sem essas premissas básicas, mas, na ambição do crescimento rápido, muitas delas acabam por iniciar suas operações sem validar o próprio modelo.

Por isso é o primeiro – e mais importante – fator a ser considerado.

 

Converse com franqueados sobre a relação deles com a franqueadora

 

À primeira vista, a franquia escolhida parece ser a melhor opção para você, mas como é a relação entre franqueados e franqueadora? Ela oferece todo o suporte necessário, principalmente nos momentos iniciais? É uma parceria de comunicação fácil e clara ou cheia de entraves?

Ninguém melhor para responder a essas e outras questões do que outros franqueados.

Avalie os potenciais de ganhos

 

Todas as franquias possuem um lucro estimado total por determinado período de tempo que enche os olhos, mas é necessário avaliar com os pés no chão o que você precisa fazer realmente para alcançar esse ganho.

Por exemplo: se você abre uma escola de idiomas, vai precisar de quantos alunos matriculados?

 

Certifique-se de que você tem as características certas para ter sucesso com a marca

 

Certas franquias e marcas possuem um perfil de empreendedorismo que costuma dar certo com determinados franqueados.

Isso não quer dizer que você não terá sucesso com aquela empresa, mas pode se deparar com situações e dificuldades que suas características talvez não estejam aptas a resolvê-las.

 

Conheça os verdadeiros custos que terá como novo franqueado

As primeiras informações sobre a franquia mostram que você terá um custo de alguns milhares de reais para ter o direito de uso da marca.

Mas o que está incluso nesse valor? Quais serão as despesas fixas que eu terei nos próximos meses? Qual o verdadeiro capital de giro necessário para isso?

Faça uma pesquisa mais detalhada para não ter sustos durante a administração do negócio.

 

Troque conhecimentos com outros franqueados da rede

 

Apesar de ser a mesma franquia, cada dono de unidade possui experiências próprias tanto com a empresa quanto com clientes e outras situações.

Troque conhecimentos com essas pessoas a fim de saber como administrar seu negócio com mais eficiência e quais erros evitar. No final, vocês não são concorrentes, mas colegas, já que carregam o mesmo nome na fachada.

 

Peça conselhos para os franqueados mais experientes

 

Não ignore a voz da experiência e do sucesso. Procure os franqueados que estão há bastante tempo no mercado e veja como eles trabalham: a relação com a franqueadora, o modelo de gestão, quais dificuldades já enfrentaram e como saíram delas, entre outras questões relevantes.

 

Analise a oportunidade de mercado

 

Assim como todas as coisas no mundo, o mercado também tem seus modismos. Lembra-se do fenômeno das paleterias mexicanas de alguns anos atrás? Na próxima vez que sair para dar um passeio em shopping ou em áreas comerciais, veja quantas delas sobraram.

Um dos fatores que contribuíram para isso foi a alta oferta de opções que esse tipo de negócio criou na época, sem que houvesse um diferencial entre elas. Além disso, a questão do modismo também foi fundamental para que muitas não resistissem.

Por isso, a dica aqui é observar as oportunidades de mercado, quais as demandas do público (principalmente aquelas que nunca saem do radar) e quais setores já estão saturados.

 

Certifique-se que ficará confortável com o modelo de operação da loja

 

Cada franquia possui um modelo de gestão e de operação de loja que é disponibilizado para os franqueados. Nesse caso, é essencial que você entenda as características desse padrão e se vai ficar confortável com os pontos estipulados em contrato.

Caso contrário, a chance de o negócio não dar certo é grande, e seu investimento pode ser perdido em pouco tempo.

Bons negócios!

Compartilhe o artigo

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on email
Share on twitter