Franquia Havaianas

Franquia Havaianas

Muito provavelmente, elas são uma unanimidade em termos de calçados e estão nos pés de todos os brasileiros.

Práticas, confortáveis, e também com um charme próprio, a franquia Havaianas prova que os chinelos são produtos que merecem respeito.

Não é à toa que, ao pensar em sandálias de borracha, a marca sempre vêm à mente como sinônimo.

Reflexo disso é a fatia de mercado hoje dominada pela grife: cerca de 80% no segmento de chinelos nacional.

Acontece que não é só no Brasil que este calçado faz sucesso, já que as Havaianas também possuem reconhecimento internacional.

As pesquisas de lembrança da marca apontam menção de 50% dos consumidores de Argentina, Austrália, Angola e Portugal.

Em 2016, a grife pertencente a Alpargatas já possuía mais de 400 lojas no Brasil.

No exterior já superava as 100 unidades.

A expansão desta rede de franquias está em alta, e não é para menos.

Afinal, sabemos que há um público fiel para consumir o produto. Entrar na fatia de franchising relativa à sapatos e acessórios com este peso é uma grande vantagem.

 

A Alpargatas é a empresa responsável pela marca

 

A marca faz parte do conglomerado Alpargatas, ator importante no ramo de calçados e lonas do país.

Esta empresa surgiu no território nacional em 1907, iniciando suas atividades em São Paulo.

O calçado homônimo que dá nome à organização fez muito sucesso no Brasil, sendo utilizado por trabalhadores da lavoura de café.

Atualmente, ela é responsável pelos chinelos Havaianas, mas também por Dupé, Osklen, Mizuno e Topper.

Se contarmos apenas as sandálias e os produtos da Dupé, em 2010 chegou-se aos 216,3 milhões de unidades vendidas.

Isto representa um número de vendas superior à população brasileira atual que é de 208 milhões de pessoas.

É por conta desse enorme sucesso que as ações da Alpargatas (ALPA4) se encontram entre as dez mais valorizadas da BM&FBOVESPA.

Sua alta já chegou aos 87,7% e a empresa é líder de calçados na América Latina.

A franquia Havaianas é parte importante nesta trajetória lucrativa.

A seguir, resumimos a história da marca para você conhecer um pouco mais sobre as sandálias preferidas do Brasil.

 

Conheça o histórico das Havaianas

 

Você sabia que a marca já possui 56 anos de idade?

A história das Havaianas começou em 1962.

O nome hoje famoso é inspirado pelo Havaí, símbolo dos ideais paradisíacos disseminados por Hollywood na década de 60.

Você pode até não se lembrar, mas um ano antes do lançamento da Alpargatas chegou aos cinemas Feitiço Havaiano.

A comédia musical protagonizada pelo ícone do Rock n’ Roll, Elvis Presley, moldou as ilhas caribenhas como lugar de sonho mundial.

Já o design clássico do produto foi inspirado pelas tradicionais sandálias japonesas Zori.

Originalmente, elas usavam tiras de tecido para prender os dedos e possuíam uma sola de palha de arroz.

Nas Havaianas, estes detalhes foram substituídos pela borracha, material que proporciona maciez e resistência.

Nas palmilhas, a inspiração japonesa aparece também na textura inspirada pelos grãos de arroz.

Em 1964, vendedores percorriam o Brasil em Kombis para divulgar o produto.

Os viajantes estacionavam em frente às lojas para vender as sandálias que já eram unanimidade entre trabalhadores brasileiros da época.

Nos locais mais distantes dos grandes centros urbanos, eles levavam não apenas calçados, mas também notícias.

Em 1966, foi patenteado pela Alpargatas o chinelo de dedo de borracha.

O que significa que a Havaianas é literalmente a inventora oficial do produto.

No departamento nacional da propriedade industrial está registrada a:

“Palmilha com forquilha ornamentada por duas gregas, de direções paralelas, cada uma formada por pequenos frisos em linha quebrada, entrelaçados”

Já em 1969, a marca estreia modelos em cores diferenciadas.

 

O sucesso da marca Havaianas

 

O curioso é que isto era fruto de um erro no maquinário da linha de produção.

Antes só existiam as sandálias azuis.

A partir de então, não foi assumido apenas o verde acidental que acabou indo parar no mercado.

Também foram lançados pares ferrugem, amarelo e preto.

O público reagiu muito bem a novidade.

Boa parte do sucesso da marca é indissociável da comunicação inovadora em que sempre investiu.

Nos anos 60, humoristas como Jô Soares e Chico Anysio estampavam publicidades divertidas para os chinelos.

 

Décadas de sucesso

 

Entrando nos anos 70 as sandálias chegaram à TV em um comercial ousado.

Na peça, um modelo gigante do produto com 42 metros e 4 toneladas foi montado.

Nos anos 80, o calçado já era feijão com arroz dos pés brasileiros.

Tanto que o Ministério da Fazenda considerou ela como produto fundamental para a vida da população.

A partir daí, chegamos na grande difusão que hoje conhecemos.

Na década de 90, a internacionalização da marca chegou a tal ponto que celebridades foram fotografadas usando Havaianas.

Apenas para citar algumas, temos figuras como Angelina Jolie, Jennifer Aniston e David Beckham.

Em 1999, a franquia Havaianas expande ainda mais o seu domínio sobre o mundo.

Na época tornou-se presente em

  • Portugal
  • Espanha
  • França
  • Itália
  • Inglaterra
  • Estados Unidos
  • República Dominicana
  • Japão

Em 2003, chegaram às Filipinas, onde também se tornaram rapidamente populares.

O êxito fez com que a população local deixasse de ver chinelos como moda exclusiva para ir à praia.

A grife hoje está presente também no Oceano Índico, Taiwan, Alemanha e Austrália.

 

Relembre alguns sucessos

 

  • 1995 – Lançamento da Havaianas Floral estampada com hibiscos, a primeira de muitos outros modelos similares que viriam.
  • 1996 – Vendo que alguns consumidores chegavam ao ponto de customizar os seus calçados, a marca lança o modelo top. Hoje ele traz um total de 15 cores como opção para os clientes.
  • 2000 – Para a virada do milênio, um modelo especial de réveillon foi lançado: a sandália em questão brilhava no escuro!
  • 2001 – Surge a Special Collection, onde os produtos apresentavam detalhes especiais, como cristais e malhas de metal. O trabalho era artesanal e costurado no Nordeste do país.
  • 2003 – Quem disse que chinelo não entra em noite de gala? Os indicados ao Oscar deste ano receberam um par das sandálias. Esta não foi a única parceria da empresa naquele ano. Em associação com a joalheria H. Stern foi desenvolvido um modelo com acabamento em ouro 18 quilates e diamantes.
  • 2006 – Chegam ao mercado as Havaianas Slim, com tiras mais finas e delicadas. Logo se tornaram as queridinhas do público feminino.
  • 2010 – Para adaptar a marca ao clima europeu foi desenvolvida a Soul Collection. Com ela, a Alpargatas lançou tênis casuais com o espírito das sandálias. Inclusive o solado exclusivo era uma palmilha das legítimas. No ano seguinte a coleção chegou ao Brasil. Também em 2010 surgiu a parceria exclusiva com a marca italiana Missoni.
  • 2011 – Neste ano foi a vez de iniciar uma parceria com a Disney, estampando os calçados com os famosos personagens animados.
  • 2012 – A marca comemorou 50 anos com uma edição cujas vendas foram revertidas para projetos da UNICEF.
  • 2013 – Lançamento da linha Flat, as rasteirinhas da Havaianas.

 

Como abrir uma franquia Havaianas?

 

Depois de conferir este dossiê, vamos ao que interessa.

Afinal, como abrir uma franquia Havaianas?

Para começar o processo, é necessário visitar o site da marca e preencher um formulário com dados pessoais e profissionais.

Entre as informações exigidas estão região de interesse, disponibilidade, capital e experiência como empresário.

Aqueles que forem aprovados terão o modelo de negócio da franqueadora apresentado em uma reunião.

Depois uma entrevista pessoal será feita.

O perfil do investidor será avaliado não apenas nas conversas, mas também em testes.

É preciso atender a todos os requisitos da marca para ser aprovado.

Além disso, o candidato deverá passar por uma análise de viabilidade econômica do novo empreendimento.

Em seguida, é feita a revisão dos documentos apresentados para finalmente ser dado sinal verde à nova unidade.

 

Perfil do franqueado Havaianas

 

Todos os procedimentos anteriormente descritos têm por objetivo avaliar se o candidato possui o perfil de franqueado exigido pela marca.

Para fazer parte da franquia Havaianas o ponto inicial é a identificação.

Tão relevante quanto este item é a disponibilidade do empreendedor.

É exigida dedicação para entrar na rede que, segundo a ABF, hoje possui 267 lojas e 66 quiosques no país.

A experiência também é levada em conta pela franqueadora, como pudemos ver.

É por isso que terão preferência os candidatos com bagagem no comércio varejista.

Tanto melhor se houver então um histórico pregresso no mercado de calçados.

Conhecer a região em que se pretende instalar a nova unidade também é recomendável.

Se você atender à todas estas exigências e demonstrar capacidade para administrar o investimento, estará pronto para o desafio.

A partir disso chegamos no momento de listar o valor do investimento para quem deseja entrar para a rede.

A seguir, discriminamos todos os números importantes para a realização do empreendimento.

Confira.

 

Valor do investimento

 

Como a empresa mantém diferentes tamanhos de franquia, ela possibilita faixas de investimento que vão do econômico ao oneroso.

Os valores de investimento cabem em diferentes perfis, como você pode ver a seguir:

  • Investimento total: Entre R$ 75 mil e R$ 845 mil;
  • Taxa de franquia: 25 mil para quiosques e R$ 45 mil para lojas;
  • Média do valor total gasto na instalação: R$ 70 mil;
  • Taxa de Royalties: Não são cobrados;
  • Taxa de Propaganda: Não cobra;
  • Capital de giro: R$ 50 mil;
  • Número de funcionários: De 3 a 12 dependendo do modelo de negócio;
  • Faturamento médio mensal: Entre R$ 50 mil e R$ 80 mil – baseado em uma rentabilidade média de 10%;
  • Prazo de retorno: Entre 6 e 12 meses para quiosques e entre 12 e 36 meses para lojas.

Lembremos sempre que pode haver variação nos valores de investimento em função da localização da unidade.

Quem busca um retorno mais rápido e com uma entrada menor de capital no início, deve optar pelos quiosques.

Há ainda outro detalhe a tratar aqui.

Embora não seja cobrada taxa de propaganda, é necessário manter um fundo de 2% do faturamento bruto para este fim.

A aplicação vai para o marketing local.

Este custo está previsto em contrato.

 

Modelos de negócio da franquia Havaianas

 

Quem pretende abrir uma franquia Havaianas encontrará três modelos de negócio disponíveis.

O primeiro deles é o quiosque, a alternativa que demanda o menor investimento financeiro.

Ele pode estar localizado em Shoppings ou grandes centros comerciais.

Locais com intensa circulação de pessoas são outra opção – estações de trem e metrô, rodoviárias, etc.

O tamanho dos quiosques costuma ser de 12m².

Uma medida que pode ser flexibilizada de acordo com as necessidades do local.

E não é só o dinheiro necessário para o empreendimento que é menor, o tempo de contrato também é.

A segunda alternativa de negócio oferecida pela empresa é a loja de rua.

Além de se localizar onde exista bom fluxo de pessoas, o espaço exigido fica entre 60 e 80 m².

Neste caso particular é exigida boa visibilidade no ponto e proximidade de estacionamentos.

O terceiro e último modelo são as lojas de shopping centers.

As dimensões exigidas são de 40 a 60 m².

Um dos privilégios oferecidos pela marca é a negociação exclusiva com as administradoras dos espaços.

Uma facilitação para a escolha de melhor ponto nos shopping centers.

 

Qual é o suporte oferecido em uma franquia Havaianas?

 

Para garantir a qualidade no atendimento e oferecimento de seus produtos, a franqueadora disponibiliza suporte completo.

Há um investimento frequente no sentido de reciclagem e ensino de novas técnicas e diretrizes organizacionais.

Ademais é oferecido um software para gestão das atividades da loja.

O serviço é apoiado por um Help Desk especializado.

Ou seja, um suporte de apoio para resolução de eventuais problemas técnicos e esclarecimento de dúvidas.

Estes não são, evidentemente, os únicos auxílios.

As instruções de operacionalização da loja são registradas em manuais com detalhes de montagem, estrutura e disposição de mercadorias.

 

O treinamento oferecido pela franqueadora

 

Somado aos fatores já listados há ainda os treinamentos, considerados como um dos grandes pontos diferenciais da grife.

Estas instruções aplicam-se aos franqueados e todos os seus funcionários.

O departamento de treinamento e desenvolvimento é responsável, dentre outras coisas, pelos manuais e treinamentos especializados.

As ações de reciclagem envolvem, por exemplo, o aprendizado de técnicas novas de vendas.

Existe na marca um grande foco no atendimento.

Por isso dá-se uma atenção especial ao treinamento de novos colaboradores para manter o padrão de qualidade da empresa.

Todos estes elementos juntos facilitam a gestão do negócio e garantem o sucesso de uma unidade.

Além disso, há o suporte básico oferecido em termos de:

  • Assistência para escolha do melhor ponto;
  • Estudos de viabilidade financeira;
  • Projeto arquitetônico exclusivo;
  • Acompanhamento durante a implantação da loja;
  • Orientação para contratação de equipe;
  • Portal do franqueado para facilitar a comunicação com a franqueadora e a rede de um modo geral;
  • Portal do conhecimento – uma plataforma de e-learning com cursos voltados ao aprimoramento do gestor e sua equipe;
  • Suporte operacional.

 

Apoio voltado ao marketing

 

A franquia Havaianas é conhecida por um forte trabalho de marketing institucional.

Para manter este padrão em sua rede, uma equipe de profissionais especializados estará disponível.

Ela dará suporte ao franqueado para criação e divulgação de material publicitário dentro dos moldes da marca.

Trabalhos especiais para comunicação local também são orientados.

É oferecido um kit completo para este fim onde está contida uma boa variedade de peças.

Encontramos neste montante outdoors, folders, cartões, peças publicitárias para revistas e jornais da localidade e também conteúdo para mala direta.

Existe um investimento agressivo no marketing dos calçados para que o seu impacto seja uniforme em todo o território nacional.

 

Vantagens da Franquia Havaianas

 

As vantagens começam no fato de que a empresa pode ser encontrada em todo o país, assim como no exterior.

Neste último caso, franquias nos Estados Unidos têm se mostrado atraentes para investidores que querem apostar em algo fora do Brasil.

Miami e Nova York são os locais onde as projeções de faturamento são melhores.

É claro que este não é um processo para qualquer empreendedor, já que envolve burocracias específicas.

Afinal, para um estrangeiro abrir uma empresa no exterior não é algo fácil.

Mesmo assim, Alfredo Egydio Setubal, presidente de uma das organizações acionistas da empresa, afirmou a intenção de aumentar a receita gerada no estrangeiro.

O que importa, em todo caso, é que as Havaianas enquanto marca possui uma grande força.

É por isso que, onde quer que uma unidade seja instalada, há sempre boa atração de clientes.

Isso proporciona estabilidade e retorno em pouco tempo para os franqueados.

Outra vantagem a mencionar é o segmento em que estão inseridas as havaianas.

Você não sabe se vale a pena investir no setor de calçados?

Então juntamos a seguir algumas informações para tirar quaisquer dúvidas que você possa ter sobre o assunto.

 

Vale a pena entrar no mercado de franquias de calçados no Brasil?

 

Quando foi deflagrada a crise financeira no país em 2014, o setor não foi afetado.

Em 2015, o crescimento na participação de mercado foi de 7,1%.

Em dados mais atuais, a receita líquida do grupo Alpargatas, responsável pela marca Havaianas, subiu 11,7% no início de 2018.

Isto corresponde à R$ 902,1 milhões se comparado com o primeiro trimestre do ano de 2017.

Como os calçados fazem parte do segmento de Moda, eles seguem tendência de crescimento, como apontam dados da ABF.

Somando tudo o que foi produzido dentro deste setor, o faturamento chegou na casa dos R$20,445 bilhões no último ano.

As previsões futuras para o mercado foram feitas pelo Instituto IEMI, que acredita em um crescimento expressivo em 2018.

A cifra é de pelo menos 3,3% a mais do que em 2017, quando foram produzidos 973,8 milhões de calçados.

Embora o mercado destes produtos seja especialmente prolífico, como apontam as referências acima, a fatia ocupada pelas Havaianas é especial.

Pois mesmo possuindo concorrentes, a penetração e sucesso da grife de chinelos não encontra comparativo.

Quando o slogan da marca afirma que “todo mundo usa” não é um exagero de marketing.

 

Colher os louros, mas não sem desafios

 

Com tudo o que dissemos você pode achar que esta franquia não oferece desafios para o empreendedor.

Devemos alertar, no entanto, que marcas conhecidas facilitam o retorno do investimento, mas não fazem milagres por si só.

Como em toda franquia é preciso que o gestor se dedique de corpo e alma ao negócio.

Afinal, é apenas arregaçando as mangas que ele garante o sucesso da sua unidade.

Encontrar um novo ponto também pode ser desafiador, já que a rede das franquias Havaianas é vasta.

Na prática significa dizer que muitos pontos estratégicos já foram ocupados por alguma unidade.

Quando a franqueadora pede que os candidatos conheçam bem a região para o seu negócio, é justamente por isso.

É outro fator a levar em consideração a densidade da população local.

A marca informa que o ideal é que as cidades possuam no mínimo 200 mil habitantes.

Naturalmente, há maior flexibilidade se falamos da abertura de um quiosque.

Apesar disso, o processo de seleção da marca é considerado bastante rigoroso.

Em compensação o grau de satisfação dos franqueados é alto.

 

Faça parte desta história de sucesso

 

A Havaianas é uma marca que dispensa apresentação.

A despeito disso, conhecer melhor seu histórico de sucesso é uma segurança para quem investirá na franquia.

Além do mais, começar um negócio próprio com o suporte de uma tradição de 56 anos não é pouca coisa.

As chances de sucesso evidentemente são muito maiores com esta experiência sendo agregada ao novo empreendimento.

Com as informações presentes neste artigo, você poderá usufruir destes benefícios.

E o mais importante: trabalhando junto de uma marca querida aos brasileiros.

Dentre as opções de franchising poucas se encontram mais disseminadas e unânimes entre os consumidores.

Você quer fazer parte desta história de sucesso também?

Confira se você atende aos requisitos para ser franqueado havaianas e entre em contato com a marca.

Compartilhe o artigo